domingo, 22 de janeiro de 2012

Estou com medo, desta vez, um medo diferente. Não sei porquê mas é. Ultimamente, tenho tido um medo subtilmente horrível de perder tudo aquilo que, em tão pouco tempo, se tornou no mais importante para mim. Não sei o que se passa, se são os sonhos, estranhos, por sinal, que me têm vindo a atormentar ou, pelo contrário, se serão as coincidências que, infelizmente, estão constantemente a acontecer, quase como se possuíssem uma grande vontade de se infiltrarem na minha vida. Não sei explicar! Só sei que estou insegura, bastante insegura até, sinto-me prestes a cair, além do mais, sinto-me demasiado desprotegida. Falta-me um abraço, aquele abraço apertado que eu tanto adoro, que é capaz de me transmitir uma tranquilidade enorme e fazer-me esquecer, com a maior facilidade, tudo o resto.

19 comentários:

  1. têm força minha querida, por ti e por as pessoas que nunca te vão deixar, e que estão sempre de braços abertos para ti, para te dár aquele abraço que tu tanto precisas <3

    ResponderEliminar
  2. estou sempre a teu lado, para tudo. e não agradeças, as amigas servem para isto. <3

    ResponderEliminar
  3. quando sentimos falta das coisas que realmente nos fazem sorrir e sentir uma alegria e felicidade no coração sentimos-nos mais sós, tristes, vazios, como se faltasse qualquer coisa e nós não percebemos muito bem o que é e só o nosso amor consegue fazer-nos esquecer esses pensamentos e sentimentos maus

    ResponderEliminar
  4. pois e (;
    adorei o teu texto . tambem ando a precizar de um abraço bem quentinho e reconfortante ...

    ResponderEliminar
  5. oh obrigada doce, mas apenas sinto o que estás a sentir e sem a falta que faz o nosso "pequenino" do nosso lado c:

    ResponderEliminar
  6. tas cheia de sorte :)
    aproveita-o ao maximo querida *

    ResponderEliminar
  7. Oh de nada! Quero-te bem, apenas! (: E olha pede esse abraço de que tanto precisas! <3*

    ResponderEliminar